Estudante britânico é preso nos Emiratos Árabes Unidos

Mundo

Segundo sua mulher, Matthew Hedges foi preso em maio no aeroporto de Durham “sem motivo”. Ministro de Relações Exteriores britânico está em contato com ministro local. Estudante britânico Matthew Hedges e sua mulher Daniela Tejada, em imagem de arquivo
Detained In Dubai/ AFP
Um estudante britânico de 31 anos está detido nos Emiratos Árabes Unidos (EAU) há cinco meses “sem motivo”, denunciou sua mulher, a colombiana Daniela Tejada, nesta quinta-feira.
Matthew Hedges, que faz doutorado em Durham, no nordeste da Inglaterra, foi preso no aeroporto de Dubai em 5 de maio após viajar para os Emiratos Árabes Unidos para realizar entrevistas sobre política exterior e a estratégia do país em segurança.
Agora, está detido em um local desconhecido, sem que sejam apresentadas acusações contra ele, explicou à AFP sua mulher. “Não é culpado de nada, estava fazendo apenas uma pesquisa acadêmica”, acrescentou.
“Estamos preocupados”, declarou o ministro de Relações Exteriores britânico, Jeremy Hunt, afirmando já ter falado “duas vezes sobre este tema, cara a cara” com seu equivalente dos EAU. “Estão muito conscientes de nossa preocupação e estamos acompanhando muito de perto”, acrescentou.
Tejada afirmou se preocupar com a saúde de Hedges, “diagnosticado com depressão e ansiedade pouco antes” da viagem, disse.
“Estamos seriamente preocupados com o bem-estar de Matt e nos mantemos em contato próximo com sua família”, afirmou o vice-reitor da Universidade de Durham, Stuart Corbridge, em um comunicado. “Continuamos oferecendo toda nossa ajuda aos esforços realizados para trazer Matt de volta para casa de forma segura e rápida”, acrescentou.
O caso de Hedges deve ser examinado durante uma audiência judicial em 24 de outubro nos Emiratos Árabes Unidos.