Moradores de Biritiba Mirim enfrentam falta de transporte para votar

São Paulo
Bairro da Terceira não conta com ônibus até o Centro. Eleitores se dirigem aos colégios eleitores de Biritiba Mirim a pé
Os moradores do bairro da Terceira, em Biritiba Mirim, tiveram que superar a falta de transporte para chegar aos locais de votação neste domingo (7). Muitos esperaram carona, outros foram a pé mesmo.
Mas, justamente por causa das dificuldades, os eleitores fizeram questão de ir às urnas. Com o titulo nas mãos, o aposentado José Benedito de Souza esperou por uma carona para chegar até um colégio eleitoral que fica a 12 quilometros da zona rural. “A gente tem que pedir carona, senão não vota. Eu faço questão de ir.”
José Simplício acordou de madrugada para separar o título. Logo que amanheceu foi para a estrada na tentativa de garantir uma carona. “Se a gente tiver que reclamar de alguma coisa temos força. Se não votar, a gente não pode cobrar nada de ninguém.”
O número de eleitores em Biritiba Mirim neste ano caiu 1,26%. Nas eleições municipas de 2016, eram 23.615 eleitores. Este ano, para as eleições de 2018, são 23.317 divididos em 10 locais de votação.
Na cidade vizinha, Salesópolis, são 15.202 eleitores. Muitos tiveram que fazer uma boa caminhada até o colégio eleitoral que fica no Centro. Só que a falta de atenção, impediu alguns de votar, como o trabalhador rural Adilson Santana Carlos. “Mudaram minha seção até o bairro Fartura e tenho que caminhar até lá.”
O ajudante Francisco Floriano Lopes fez uma colinha para não deixar os candidatos escolhidos de fora da votação. Junto com a cola ele levou muita esperança para a urna. “Melhor na saúde, emprego que dê bom salário para todos. Porque do jeito que está não dá.”