Força-tarefa mobiliza 150 trabalhadores para limpeza da sujeira causada pelas eleições em Presidente Prudente

São Paulo

Para garantir a faxina, a Prudenco disponibilizou, além dos funcionários, quatro caminhões basculantes que também se concentraram na ação. Força-tarefa limpa sujeira das eleições em Presidente Prudente
Marcos Sanches/Secom
Os trabalhos de limpeza da sujeira causada pelas eleições tiveram sequência nesta segunda-feira (8), em Presidente Prudente, com o apoio de aproximadamente 150 trabalhadores.
Eles atuaram na faxina defronte às escolas da cidade que funcionaram como locais de votação, em avenidas e em canteiros onde se acumularam os chamados “santinhos” de papel com a propaganda política de candidatos que disputaram neste domingo (7) o pleito.
Para garantir a limpeza dos locais, a Companhia Prudentina de Desenvolvimento (Prudenco) disponibilizou, além dos funcionários, quatro caminhões basculantes que também se concentraram na ação.
Ainda não existe um total da quantidade de lixo contabilizado pela empresa, mas a expectativa é de que sejam lotados os quatro caminhões basculantes. Os lixos serão destinados para a reciclagem.
No dia da votação, foram recolhidos de oito a dez sacos de lixo em cada escola.
No caso do segundo turno, no dia 28 de outubro, será montado o mesmo esquema de limpeza, de acordo com o pedido feito pela Justiça Eleitoral.
Força-tarefa limpa sujeira das eleições em Presidente Prudente
Marcos Sanches/Secom
Força-tarefa limpa sujeira das eleições em Presidente Prudente
Marcos Sanches/Secom
Força-tarefa limpa sujeira das eleições em Presidente Prudente
Marcos Sanches/Secom