Trump chega a Londres para sua primeira visita oficial ao Reino Unido

Mundo

Protesto contra a visita de Trump tem mais de 50 mil inscritos. Visita inclui reunião com Theresa May e encontro com a rainha Elizabeth. Donald e Melania Trump desembarcam do Air Force One nesta quinta-feira (12) no aeroporto de Stansted para visita oficial ao Reino Unido
Henry Nicholls/Reuters
O presidente americano Donald Trump chegou nesta quinta-feira (12) a Londres, acompanhado da primeira-dama Melania Trump, para sua primeira visita oficial ao Reino Unido.
Entre os compomissos de Trump no Reino Unido estão uma reunião com a primeira-ministra britânica, Theresa May, em uma residência do século 16, um encontro com a rainha Elizabeth no Castelo de Windsor, e um jantar de gala na casa do ex-premiê britânico Winston Churchill.
Com agenda fora de Londres, Trump evitará protestos que estão marcados para acontecer no centro da capital britânica. Mais de 50 mil pessoas se inscreveram para particiar da manifestação. Alguns manifestantes planejam sobrevoar o Parlamento com um dirigível retratando Trump como um bebê laranja.
Faixa de protesto contra a visita de Trump ao Reino Unido é exibida em ponte sobre o rio Tâmisa, em Londres: ‘Pesadelo dos direitos humanos’
Luca Bruno/AP Photo
Trump chega a Londres após particupar da cúpula da Otan, em Bruxelas, onde comemorou que os membros da aliança se comprometeram a aumentar seus compromissos com os gastos de defesa após pressionar seus colegas europeus.
Desafios
A visita acontece em um momento difícil, com May tentando garantir o sucesso do Brexit e manter seu governo minoritário estável, enquanto Trump desafia conceitos ocidentais sobre livre comércio e abandona instituições globais.
O Reino Unido considera seus laços com os Estados Unidos, que chama de relacionamento especial, como um pilar de suas políticas comerciais e de relações exteriores, à medida que se prepara para deixar a União Europeia.
Mas, alguns britânicos vêem Trump como bruto e volátil. Os comentários de Trump sobre atentados no Reino Unido provocaram insatisfação e ele tem frequentemente se envolvido em rixas com o prefeito de Londres, Sadiq Khan, em redes sociais.
Boneco inflável de Donald Trump vai ser usado em protesto em Londres
Simon Dawson/ Reuters