Gerdau é condenada em 2ª instância em ação antitruste que prevê multa milionária

Economia
Empresa informou que vai buscar ‘todos os remédios jurídicos cabíveis para defesa de seus direitos’. Em 2013, valor da multa era de R$ 417,8 milhões. A Gerdau foi condenada em segunda instância a pagar uma multa milionária em uma ação ajuizada por dois sindicados de construção civil de São Paulo, que acusam a siderúrgica e outros produtores de aços longos no Brasil de terem infringido a legislação antitruste, informou a empresa nesta quarta-feira (13).
A 5º Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, na terça-feira, decidiu desfavoravelmente à Gerdau, após a empresa ter sido condenada em primeira instância a pagar multa equivalente a 7 por cento de seu faturamento bruto do exercício anterior à instauração do processo administrativo, em 2000.
A multa, que terá seu valor atualizado pela contadoria judicial, correspondia em agosto de 2013 a R$ 417,8 milhões, disse a empresa em fato relevante.
Após a publicação do acórdão da decisão em segunda instância, a Gerdau vai buscar “todos os remédios jurídicos cabíveis para defesa de seus direitos”.
“A companhia esclarece, finalmente, que suas práticas comerciais são fundamentadas nos princípios da transparência e da livre concorrência”, disse a empresa.