BC baixa de 3,5% para 3% estimativa de alta do crédito bancário em 2018

Economia
Expectativa é de que o crédito para as pessoas físicas cresça 7,5% neste ano por conta do processo de recuperação da economia, mas, para as empresas, é esperado recuo de 2% em 2018. O Banco Central informou nesta terça-feira (12), por meio do relatório de economia bancária, que revisou a estimativa de expansão do crédito bancário neste ano de 3,5% para 3%.
Para as pessoas físicas, a expectativa de alta dos empréstimos é de 7,5% em 2018. Para as pessoas jurídicas, a previsão é de uma queda de 2% neste ano.
“Em linha com o processo de recuperação da atividade econômica, projeta-se que a trajetória do saldo de crédito para as pessoas físicas seguirá apresentando melhoria e pode atingir crescimento nominal de 7,5% ao final do ano”, informou o BC.
De acordo com a instituição, as operações de crédito com recursos livres (excluindo habitacional, rural e do BNDES) devem avançar 7% neste ano, enquanto as operações direcionadas (modalidades que não entram nos recursos livres) devem registrar queda de 1% neste ano.
Com isso, o Banco Central prevê uma melhora no mercado de crédito, que registrou tombo pelo segundo ano seguido em 2017.
No fim de 2017, o volume total de empréstimo dos bancos somou R$ 3,08 trilhões, recuo de 0,6% em relação ao fechamento de 2016 (3,1 trilhões). Em 2016, o crédito já havia caído 3,5%.